A autorização para abertura do processo de impeachment contra o governador do Rio, Wilson Witzel, foi publicada no Diário Oficial do estado nesta segunda-feira (15).

Na quarta-feira da semana passada, uma votação virtual simbólica decidiu sobre a abertura do impeachment. De 70 deputados da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), 69 votaram a favor da abertura. A decisão pela abertura ou não do processo de impeachment poderia ter sido dada apenas pelo presidente da Alerj, André Ceciliano, que preferiu decidir com os outros parlamentares.

O governador era alvo de 14 pedidos de impeachment, que ganharam força após as diligências da Operação Placebo, da Polícia Federal, que investiga desvios de recursos e fraudes em processos de licitação para compra de equipamentos e insumos destinados ao combate à covid-19 no Rio de Janeiro.

Os parlamentares alegam que o governador cometeu crime de responsabilidade ao faltar com probidade na administração pública.

Mesmo com a aprovação da abertura de impeachment pela Alerj, Wilson Witzel permanece no cargo. A instauração do processo será oficializada em até 48 horas, a partir da publicação no Diário Oficial.

© 2020, Redação Maricá. Todos os Direitos Reservados.

error: O conteúdo está protegido !!
× Como podemos te ajudar?