Motoristas e moradores que passaram pela entrada de Maricá, na manhã deste domingo, 8, se depararam com o gramado do nome da cidade repleto de placas roxas numeradas.

As numerações representavam os números de casos de violência contra a mulher denunciados em 2018, os números são do Instituto de Segurança Pública (ISP). Ao todo, 1.587, casos foram denunciados na cidade de Maricá.

A ação foi organizada pelos movimentos sociais feministas de Maricá por entre eles: UBM MARICÁ, UNEGRO, UJS, entre outros, para marcar o Dia Internacional da Mulher. O grupo, que também usou cartazes e faixas destacando os índices de violência, considera que o caminho para a denúncia dos casos de violência ainda é cheio de barreiras.

Durante a manifestação foram abordados os temas como Sororidade e o Direito de ‘Ir e Vir’ das mulheres, entre outros.

Considerando a estimativa populacional do Instituto Brasileiro de Geográfica e Estatística (IBGE), o total de denúncias levantado pelo ISP chega a 2% da população feminina de Maricá. 0 número assusta representantes dos movimentos feministas que incluem a luta racial.

© 2020, Redação Maricá. Todos os Direitos Reservados.

error: O conteúdo está protegido !!
× Como podemos te ajudar?