(Fotos: Evelen Gouvêa)

Com o intuito de motivar e desejar boa sorte aos atletas olímpicos de Tiro com Arco de Maricá, Ane Marcelle Gomes e Marcus D’Almeida (medalhistas de ouro no recurvo misto no Campeonato Pan-Americano em Monterrey, no México) que disputarão as Olimpíadas de Tóquio, o prefeito Fabiano Horta, acompanhado do secretário de Esporte e Lazer, Filipe Bittencourt, visitou na manhã desta segunda-feira (12/07) o Centro de Treinamento de Tiro com Arco (CT-Maricá), em Itapeba.

“É sempre importante cultivar o esporte como um valor de integração e de universalidade e, tanto o Marcus D’Almeida quanto a Ane Marcelle que representam o Brasil, mas também representam Maricá, porque treinam aqui, porque são daqui e porque o Centro de Treinamento Olímpico é em Maricá, dá para nós uma perspectiva de exemplo e de estímulo a juventude da cidade pela busca do esporte”, avaliou Fabiano Horta.

O prefeito destacou ainda a importância de a cidade apoiar cada vez mais o trabalho e o desenvolvimento do esporte no município.

“O CT-Maricá é uma parceria bem sucedida entre a Prefeitura e a Confederação Brasileira de Tiro com Arco, na iniciação de novos talentos. Há muita satisfação e orgulho dessa meninada que cresceu treinando aqui, que vai representar o Brasil em Tóquio e quem sabe conquistar uma medalha, mas acima de tudo fica o exemplo de que a busca pela superação, a busca esportiva ajuda muito a sociedade a se integrar, mudar, e potencializar as virtudes que cada ser humano possui”, analisa o prefeito.  

“O tiro com arco é uma grande referência da nossa cidade, construída ao longo dos anos e estamos muito felizes vendo meninos e meninas de Maricá desempenhando um papel tão importante que é o de representar o Brasil”, disse o prefeito.

Ane Marcelle, revelada no projeto que garimpou talentos do esporte nas escolas públicas municipais, está confiante. “Estou muito ansiosa, doida para chegar logo em Tóquio. Nesta olimpíada vamos competir no individual e no misto e estamos otimistas”, disse a atleta, agradecendo o apoio.

“Fico feliz pelo espaço em Maricá para treinar e pelo apoio dado pela Prefeitura. É uma honra ter conseguido essa vaga para o Brasil, para Maricá, e estamos com o pensamento positivo de que vamos trazer uma medalha”, disse Ane. “Aqui no CT-Maricá temos toda preparação física necessária, um espaço aberto incrível, treinamos com vento, chuva ou sol, ou seja, o campo nos dá todas as condições para chegarmos a Tóquio e fazermos bonito”, completou a atleta.

Para o arqueiro Marcus D’Almeida, que faz dupla com Ane, tudo começa no CT. “Temos nossa academia aqui, temos refeitório, temos o campo para treinar 24 horas por dia, temos condições para melhorar o nosso desempenho o tempo inteiro, todos os dias, mas lógico que sempre temos o que melhorar e o esporte nos mostra isso, pois está sempre evoluindo e nosso centro de treinamento também segue. Maricá tem esse lugar que é o único no Brasil com essa estrutura e sou muito feliz por poder treinar aqui”, disse Marcus. “Participei da Rio 2106 e não tive um desempenho tão bom, então trabalhei muito para estar em Tóquio e estou confiante de que vamos conseguir um resultado diferente”, garantiu.

O secretário Filipe Bittencourt, anunciou que a secretaria seguirá em parceria com a Confederação no projeto de iniciação e apoio a novos atletas de tiro com arco na cidade e que pela terceira vez Maricá vai sediar o campeonato brasileiro

“Essa área é cedida pela Prefeitura, damos todo suporte logístico e temos um projeto aqui dentro de iniciação junto com a Confederação e a ideia é desenvolver daqui pra frente um projeto olímpico na cidade, dando um treinamento diferenciado aos atletas de Maricá. Queremos cada vez mais consolidar Maricá como a cidade do tiro com arco. Estamos orgulhosos por ter dois atletas olímpicos de Maricá representando o Brasil em Tóquio e viemos aqui para desejar toda sorte e dizer que os continuaremos apoiando”, garantiu o secretário.

© 2020, Redação Maricá. Todos os Direitos Reservados.

error: O conteúdo está protegido !!