Uma das campanhas de solidariedade mais aguardadas do ano, o Papai Noel dos Correios, teve lançamento nacional nesta segunda-feira, 4.

O período de adoção das cartinhas será de 4 a 29 de novembro e quem adotar uma cartinha deverá entregar o presente até 6 de dezembro na mesma agência onde realizou a adoção. Além da adoção nas agências, também será possível adotar cartinhas pela Internet. Para fazer a adoção online, basta acessar o blog da campanha (http://blog.correlos.com.br/papainoeldoscorreios) e apadrinhar o pedido de uma criança. A entrega do presente deve ser feita pelo padrinho no ponto indicado pelos Correios, que levarão o presente até a criança. O período da adoção online será de 11 a 29 de novembro.

A empresa receberá as cartinhas de crianças que enviaram seus pedidos diretamente ao Papai Noel e, também, de estudantes das escolas da rede pública (até o 5° ano do ensino fundamental) e de instituições parceiras, tais como creches, abrigas, orfanatos e núcleos socioeducativos.

Desde 2010, os Correios estabeleceram essas parcerias com as Secretarias de Educação, a fim de trabalhar ações como o desenvolvimento da habilidade da redação de carta, o endereçamento correto e o uso do CEP.

Cartas da Sociedade

As cartinhas da sociedade, que são aquelas em que qualquer criança pode ir até uma agência ou caixa de coleta dos Correios e deixar para o Papai Noel devem atender aos seguintes critérios:

  • As cartas devem ser destinadas ao Papai Noel;
  • A carta precisa ter indicação do remetente, contendo nome completo, e endereço completo (nome da rua, número da casa/prédio, bairro e CEP):
  • Há possibilidade de indicação de endereço alternativo (residência de algum parente ou amigo), caso essa opção facilite a entrega;
  • Deve ter indicação da idade da criança. Serão aceitas cartinhas de crianças de 0 a 10 anos. Pessoas com necessidades especiais não possuem limite de idade;
  • Para as crianças que ainda não sabem escrever, um responsável pode escrever e indicar os dados da criança:
  • As cartas devem solicitar, preferencialmente, brinquedos, roupas, calçados e material escolar;

Em 2019, a maior ação de responsabilidade social dos Correios completa 30 anos de existência. Ao longo dessas três décadas, a campanha conseguiu atender ao pedido de mais de 6 milhões de cartinhas -muitas delas com histórias emocionantes de solidariedade. Essa corrente do bem une esforços de empresa, empregados e voluntários da sociedade para atender, dentro do possível, aos pedidos de presentes daqueles que se encontram em situação de vulnerabilidade social.

A campanha Papai Noel dos Correios nasceu pela iniciativa de alguns empregados que, durante a rotina de trabalho, encontravam cartinhas escritas por crianças carentes para ao Papai Noel, endereçadas ao Polo Norte. Sensibilizados, alguns deles resolveram adotar as cartinhas e enviar os primeiros presentes. Como passar do tempo, a ação foi ganhando proporção na empresa e, há 30 anos, acabou se transformando em um projeto corporativo dos Correios.

© 2020, Redação Maricá. Todos os Direitos Reservados.

error: O conteúdo está protegido !!
× Como podemos te ajudar?