Organizado pela Secretaria de Esporte e Lazer, o Campeonato Maricaense de Futebol movimentou os campos da cidade nesse fim de semana com 10 jogos, sendo três pela categoria máster no sábado, dia 02/11, e sete, pela categoria principal, no domingo, dia 03/11. Ao todo, foram marcados 36 gols: 20 pela categoria principal e 16 pela máster.

Pela categoria principal, os jogos tiveram início às 10h30. No campo do Amparo EC, a equipe do Santos venceu com o placar de 3 x 1 o Simples Assim. Em seguida, o Monte Castelo goleou por 4 a 0 a equipe do EC Pedreiras; Amparo e Bananal ficaram no empate, sem gols.

No campo do Bambuí, foram dois jogos: às 12h30, o Guaratiba venceu o Rubro por 2 a 1 e, em seguida, pelo mesmo placar o time do C9 venceu o Bambuí.

Já no campo do Dominante, foram mais dois jogos. Manoel Ribeiro venceu Reserva Verde por 3 a 0 e, com o mesmo placar, o Dominante derrotou o Taquaral.

O meia-atacante do Simples Assim, Eduardo Michel da Silva, de 34 anos, participa pela primeira vez do campeonato. “Jogo há dez anos e já fiz treino na infância pelo América. Acho muito importante a cidade investir no esporte e nesse tipo de eventos. O esporte desenvolvido na cidade é de excelência”, destacou.

O centroavante da equipe do Santos, Douglas Andrade, de 30 anos, falou da importância do maricaense, que participa pela quarta vez. “É uma honra enorme jogar num campeonato na cidade onde nasci. É fundamental esse incentivo no esporte, principalmente, para deixar um legado para os jovens e para as crianças”, destacou Douglas, que joga futebol desde os sete anos.   

O técnico do Santos, Romário Santana de Souza, de 32 anos, falou que, desde agosto de 2018, montou e prepara a equipe em prol do maricaense. “É um campeonato bem difícil e disputado. Caímos num grupo complicado com o Amparo e Monte Castelo. Os atletas aguardam o ano todo para participar. É muito legal a prefeitura organizar esse campeonato que abrilhanta nossa cidade”, frisou o técnico.

Categoria Máster

Pela categoria Máster, três jogos agitaram o campeonato em três campos distintos. No campo do Spar, o EC Maricá goleou a equipe do Taquaral por 7 a 0. Em Bambuí, o Figueirense também goleou, com o placar de 4 a 0 a equipe do Spar. Já no campo do EC Maricá, mais uma goleada com um 5 a 0 do Monte Castelo sobre Manoel Ribeiro.

Na vice-liderança do campeonato, o técnico da equipe do Monte Castelo, Marcus Vinícius Rocha, destacou a importância do campeonato para equipe que é de Inoã. “Muitos desses jogadores já participaram da categoria principal e fazem parte de toda história do clube, então esse campeonato é um resgate e um grande exemplo de motivação”, disse o técnico.

O técnico do Manoel Ribeiro, Denilson Rangel, também elogiou a organização do campeonato. “Mesmo que não estejamos bem na classificação, não podemos desanimar. Estamos aqui para dar o nosso melhor porque enxergamos esse evento como de grande importância para esses jogadores que já fizeram parte da elite do futebol maricaense”, destacou.

© 2020, Redação Maricá. Todos os Direitos Reservados.

error: O conteúdo está protegido !!
× Como podemos te ajudar?