Em seu primeiro dia de inscrição, o Programa de Amparo ao Emprego (PAE) recebeu o cadastro de 30 empresas. Para efetuar a inscrição, que vai até o dia 05/06, é necessário acessar o portal do SIM, realizar o preenchimento do formulário com as informações cadastrais da empresa como CNPJ, razão social, data de abertura, informar e-mail, telefone para contato, endereço, entre outros requisitos. Em caso de dúvidas, basta entra em contato pelo e-mail pae@marica.rj.gov.br ou pelo telefone (21) 97047-1790 (WhatsApp).

O PAE consiste na concessão de benefícios no valor de um salário mínimo (R$ 1.045) por funcionário registrado na forma da legislação trabalhista em vigor, durante três meses, pagos mensalmente em decorrência da situação de emergência provocada pelas medidas restritivas para conter a disseminação da Covid-19.

Somente terão a concessão dos benefícios os empregados dos Microempreendedores Individuais (MEIs), microempresas e empresas de pequeno porte localizadas no município, aquelas com até 49 funcionários, como é o caso de uma escola de idiomas localizada no centro da cidade.

De acordo com seu proprietário, Jorge Luiz Braga, para manter funcionando parte dos serviços administrativos, já que a unidade está fechada, foi necessário reduzir os salários dos seus 48 funcionários e adotar o sistema de rodízio. Para Braga, que reuniu a documentação e se inscreveu no PAE, essa iniciativa da Prefeitura veio em bom momento, uma vez que o faturamento da unidade sofreu uma queda brusca provocada pela pandemia do novo coronavírus.

“Tenho visto que a Prefeitura está tendo uma preocupação com Maricá. Está criando caminhos para, mesmo aqueles que estão fechados, acharem uma solução. Acreditar em um município que tem uma gestão pública que está permitindo negociar, cria uma maior tranquilidade”, avaliou ele, que também preside a Associação Comercial da cidade.

Além do PAE, Jorge Luiz Braga também está separando a documentação para se inscrever no Fomenta Maricá. Trata-se de outra medida do pacote econômico da Prefeitura de enfrentamento à pandemia. Nesta iniciativa serão oferecidas duas linhas de crédito: a primeira de microcrédito a juro zero, de R$ 300 até R$ 21 mil, e a segunda de R$ 21.001 até R$ 40 mil, com juros de 3% ao ano e tarifas subsidiadas.

“Quando se fala da Bolsa Mumbuca (Renda Básica de Cidadania), do Fomenta Maricá, do Programa de Amparo ao Trabalhador (PAT) e do PAE, é dinheiro entrando na cidade. E se fossemos de outro município que não tivesse acontecido alguma ajuda? Como estaria esse pessoal? A gestão pública está tendo um trato muito especial em lidar com isso. Graças a Deus somos maricaenses”, afirmou.

© 2020, Redação Maricá. Todos os Direitos Reservados.

error: O conteúdo está protegido !!
× Como podemos te ajudar?