Desde o último sábado, 9, entraram em vigor nas distribuidoras o reajuste nos preços do Gás Liquefeito de Petróleo, o gás de cozinha, e da gasolina. Em nota, a Petrobras informou que manteve por 95 dias os preços estáveis no gás de cozinha, porém agora, a companhia realizará ajuste no preço do gás para as distribuidoras.

Para a gasolina, o período de estabilidade foi de 58 dias. Em nota, a empresa esclarece que os ajustes são importantes para prevenir o desabastecimento. E que também o aumento no preço foi resultado da oferta limitada frente a demanda, e do fortalecimento do dólar.

Desta forma, a partir deste sábado, o preço médio e venda do gás de cozinha, passa de R$ 46,80 para  pouco mais de R$ 50 por botijão de 13kg, refletindo reajuste médio de R$ 0,26 por kg.

Para a gasolina, o preço médio de venda para as distribuidoras, passa de R$ 2,78 para R$ 2,98 por litro, com reajuste médio de 20 centavos por litro.

A Petrobras publicou informações referentes à formação e composição dos preços de combustíveis ao consumidor em seu site: petrobras.com.br

Fonte: Agência Brasil

© 2020, Redação Maricá. Todos os Direitos Reservados.

error: O conteúdo está protegido !!