A Prefeitura de Maricá, através da Secretaria de Habitação e Assentamentos Humanos, realizou a 1ª audiência pública para a apresentação do Programa de Regularização Fundiária do município para a Comunidade CLAM II, em Araçatiba, na noite da última quarta-feira (09/10).  

O encontro, realizado na Igreja Evangélica Nova Jerusalém, reuniu moradores das quadras 37 e 38. “Este é o nosso primeiro contato com eles. Ao todo, serão regularizadas duas quadras, com cerca de 40 famílias cada”, afirmou a secretária da pasta, Rita Rocha.  

Responsável pela Igreja Evangélica Nova Jerusalém, o pastor Cândido Garcia de Freitas (58 anos), que também é morador da região, falou sobre sua vivência e expectativas. “Moro aqui há 27 anos, há pelo menos 15 venho tentando regularizar minha residência, mas sempre fico travado em alguma exigência. Com o terreno da igreja acontece a mesma coisa, por isso esta ação será tão importante para mim e para a comunidade”, contou. 

Para Jocelino da Silva Ribeiro (44 anos), que é morador da comunidade há 30 anos, a iniciativa dará segurança para as pessoas. “Regularizar e acertar a situação vai ser muito bom para nós, moradores. Moramos aqui, temos uma posse, mas sem garantia de nada”, afirmou. 

A previsão de entrega dos títulos de propriedade para a região é maio de 2020, até lá, serão realizadas pelo menos quatro reuniões com cada grupo, respeitando as etapas de apresentação de documentos, levantamento de área pelo topógrafo, marcação de cada casa e medição dos lotes. Esta será a 10ª área regularizada pela Secretaria de Habitação e Assentamentos Humanos. 

Fonte: PMM

Fotos: Katito Carvalho

© 2020, Redação Maricá. Todos os Direitos Reservados.

error: O conteúdo está protegido !!
× Como podemos te ajudar?