No último domingo, dia 15, a Fonte para Orientação Religiosa das Matrizes Africanas (FORMA), em parceria com o Terreiro do Caboclo Capangueiro (Umbanda) e a Casa da Humilde (Candomblé) realizaram uma homenagem ao Orixá Nanã na lagoa, no bairro da Amizade. O cortejo náutico contou com duas embarcações equipadas com kits de salvatagem.

Pai Liminha foi um dos criadores do evento, que tem como principal objetivo reverenciar a santa. E com isso, não deixar cair no esquecimento este Orixá — que não é tão popular quanto Iemanjá, Ogum, Oxum, etc., que possuem festas próprias — mas que representa as forças da natureza presentes nas lagoas de Maricá, como a lama, as águas turvas e as vegetações em decomposição, e principalmente, o ciclo de vida contínuo. Além disso, eles pretendem fomentar a união dos adeptos e amigos, especialmente com a casa aberta de Axé do município.

Segundo Pai Liminha, o evento funciona assim: primeiro ocorre uma reunião fechada para o público, e depois o grupo retorna com o presente, que é um balaio de flores. Eles saúdam a Barraca da Conquista até a ilha, onde são ofertadas as flores. Ao retornar, é servida uma iguaria e a confraternização se inicia, com roda de samba. Ao final, ele convida todos que são do mesmo credo a fortalecerem o evento novamente no ano seguinte, mas sempre com o bom senso de ofertar apenas flores, evitando danos ao meio ambiente.

Nanã é uma divindade da diáspora africana, cultuada no candomblé brasileiro e reconhecida como a mais velhas dos Orixás. Sua história vem desde o principio da formação da Terra, segundo a cosmologia africana. Ela também é reverenciada na Umbanda como Nanã Buruque, que no sincretismo é reconhecida como Senhora Santana.

O grupo ainda faz um convite a todos para participarem da 21ª Lavagem da Escadaria da Igreja de N. S. do Amparo, no dia 12 de janeiro. O evento é garantido por lei e compõe o calendário oficial de festas da cidade.

A concentração será na Praça da Bandeira, às 16 horas e saída da procissão às 18 horas. O evento é um pedido de paz ao mundo ao som dos atabaques, com apoio da Prefeitura.

© 2020, Redação Maricá. Todos os Direitos Reservados.

error: O conteúdo está protegido !!
× Como podemos te ajudar?