Você já deve ter ouvido falar sobre o Setembro Amarelo – o mês da prevenção ao suicídio. Mas você já conhece o Janeiro Branco?

O Janeiro Branco é o mês dedicado à saúde mental. Ele foi criado em 2014 com o propósito de conscientizar as pessoas acerca do tema – ainda bastante negligenciado e envolto por uma série de tabus.

Hoje, vários estados da federação engajam-se na campanha, bem como outros países. Através da Internet, o acesso às informações fica ainda mais facilitado, sendo ainda mais fácil a divulgação da campanha e a disseminação do conhecimento.

O fato de o mês escolhido ser o de janeiro, deu-se por ser um período no qual costuma-se ser mais reflexivo e pensativo sobre o ano que passou, as resoluções para o ano que virá, as relações que precisam ser trabalhadas, tudo o que gostaria de ser dito e tudo o que gostaria de ser mudado.

Como janeiro representa esta mudança de ciclo, por que não utilizar o Janeiro Branco para alertar as pessoas sobre a importância do cuidado em relação a sua saúde mental? É justamente esse o objetivo da campanha: quebrar tabus e dizer que esse cuidado deve estar presente na vida de todos, afinal, quem não precisa cuidar do seu psicológico e das suas emoções?

A importância da ajuda profissional

Por mais que possa parecer tudo sob controle, contar com a ajuda de um profissional de psicologia, é a melhor maneira de se enfrentar as angústias e preocupações diárias. Ele é o mais capacitado para ajudar você em todos os momentos, dando o apoio que você precisa e trabalhando junto a você para conquistar os objetivos da sua vida.

‘Psicólogo e psiquiatra são para loucos!’

Uma das maiores objeções em relação ao cuidado da saúde mental, que justamente busca ser combativa pela iniciativa do Janeiro Branco, é o estigma de que psiquiatra e psicólogos são ‘apenas para gente louca’. Mas afinal, o que é ser louco? Quantas vezes você mesmo já passou por situações extremamente estressantes e que pensou que iria ‘surtar’? Quantas noites de sono você já perdeu pensando em coisas que queria falar e não conseguiu ou que queria fazer e achou que não podia?

Que ‘probleminhas’ tiram seu sossego e seu sono?

Todos esses probleminhas que acontecem rotineiramente e que parecem inerentes ao cotidiano, podem ser melhor enfrentados quando se conta com a ajuda de um profissional de saúde mental. Ao contrário do que se pode crer, a motivação deles não é tornar você dependente de drogas ou de tratamentos longos, muito pelo contrário, é oferecer a ajuda e ferramentas que você precisa para conseguir viver ainda melhor consigo mesmo, durante cada dia da longa jornada da vida.

Por esses e outros motivos que a campanha do Janeiro Branco é fundamental. É preciso de uma vez por todas acabar com os estigmas acerca da saúde mental e trabalhar na prevenção antes que problemas mais graves como transtorno de ansiedade e depressão apareçam. Por isso, procure hoje mesmo um psicólogo ou um psiquiatra e experimente a sensação de poder contar com alguém capacitado para compartilhar suas angústias, pensamentos e anseios e receber uma orientação segura e ética.

Se você conhece alguém que esteja passando por dificuldades emocionais, recomende este texto para ela e incentive-a a procurar um profissional de saúde mental. Esta é a melhor maneira de divulgar a campanha e trabalhar junto para que tenhamos um mundo mais saudável, feliz e com melhor qualidade de vida. O Redação Maricá apoia o Janeiro Branco!

© 2020, Redação Maricá. Todos os Direitos Reservados.

error: O conteúdo está protegido !!
× Como podemos te ajudar?