Em tempos de coronavírus, uma das mais principais recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde para que a população consiga combater a pandemia em todo o mundo é lavar as mãos diversas vezes no dia. Mas a realidade de diversos bairros de Maricá está muito distante do ideal para evitar o COVID-19, isso devido ao descaso da Cedae (Companhia Estadual de Águas e Esgotos).

Moradores da Mumbuca e do Boqueirão reclamam da falta de abastecimento por parte da Cedae. Diversas residências da Mumbuca estão sem receber água há aproximadamente 15 dias.

“Tem que forçar a Cedae a fazer a parte dela, nós estamos fazendo ficar em casa mas como lavar as mãos, higiene toda hora?” Questiona uma moradora da Mumbuca.

Mesmo em meio a pandemia de coronavírus, a companhia não fez questão de levar melhorias a população e continua recebendo as mesmas reclamações.

Os moradores exigem que o abastecimento seja feito decentemente, pois idosos e crianças correm risco com a falta de água e falta de higiene.

© 2020, Redação Maricá. Todos os Direitos Reservados.

error: O conteúdo está protegido !!
× Como podemos te ajudar?