Os polos de atendimento exclusivos para o novo coronavírus têm feito uma média de 250 testes por dia para detecção da doença. De acordo com o enfermeiro Leonardo Nascimento, coordenador de atendimento dos polos, a procura ainda está bem abaixo da capacidade das estruturas, que nos três locais – Centro, Itaipuaçu e Ponta Negra – chega a 1.500 testes diários. De acordo com a subsecretária da Rede de Atenção e Saúde Coletiva de Maricá, Solange Oliveira, quem procurar os polos de atendimento será testado para Covid-19.

“Todas as pessoas que procuram os polos são submetidas ao chamado teste rápido, que fica pronto em cerca de 20 minutos. Em caso de resultado positivo, já recebem a orientação médica e as medicações, quando indicadas”, explicou Leonardo.

Ainda segundo a subsecretária, e na próxima semana será definido o esquema de testagem em massa da população. “A Prefeitura montará estruturas só para realizar esses testes em todos os moradores da cidade, mesmo os que não tenham sintomas. Para os idosos que estão acamados, a testagem já está sendo feita pelas equipes da Secretaria de Saúde, que os visita em casa”, detalhou Solange. Os locais para a instalação dessas estruturas estão sendo definidos com base em estudos de incidência.

Francisco José Martins, morador do Condado, foi ao polo do Centro nesta sexta-feira (05/06). “Na semana passada tive tosse e senti dor de cabeça e cansaço, mas sem falta de ar. Como nesta semana minha mãe apresentou alguns sintomas, preferi procurar atendimento, por prevenção”, disse ele, que recebeu resultado negativo e elogiou o atendimento no polo: “Muito boa estrutura, tudo muito rápido e organizado”.

Natália de Oliveira mora em Jacaroá e também buscou atendimento por conta de uma orientação médica. “Eu senti dor no peito e falta de ar.  Quando procurei o médico, fui diagnosticada com costocondrite [inflamação da cartilagem que liga as costelas ao osso esterno] e recebi indicação de fisioterapia, mas a profissional disse que só me atenderia se eu apresentasse um resultado negativo para coronavírus”, contou ela, que também testou negativo para Covid-19: “Finalmente poderei fazer meu tratamento. O atendimento aqui é ótimo, foi tudo bem rápido”.

© 2020, Redação Maricá. Todos os Direitos Reservados.

error: O conteúdo está protegido !!
× Como podemos te ajudar?