Realizado na tarde desta quarta-feira, 16, no auditório da sede da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), no Centro do Rio, o seminário “Maricá, um pouso e um porto seguro” atraiu um grande número de empresas, de vários setores econômicos, interessadas nos projetos que fazem de Maricá, na contramão da crise, ser o município mais atraente para investimentos em todo o Leste Fluminense.

O prefeito Fabiano Horta resumiu o sentido das apresentações, preparadas para dar um quadro completo da cidade e de suas excepcionais condições estratégicas. O seminário foi uma iniciativa da Prefeitura de Maricá, através da Companhia de Desenvolvimento de Maricá (Codemar), com a Organização Nacional da Indústria do Petróleo (Onip) e a própria Firjan.

Ao lado dos projetos estruturantes para a cidade e do desenvolvimento de suas vocações, Fabiano ressaltou a preocupação do poder público em fazer com que o avanço econômico seja lastreado em ações sociais que capacitem quem mora e trabalha na cidade a fazer parte desse novo cenário econômico.

A mesa também foi composta pelo presidente da Codemar, José Orlando Dias, pela gerente de petróleo e gás da federação e diretora-geral da Onip, Karine Fragoso, e por autoridades como o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Lucas Tristão e a deputada estadual e presidente da Frente Parlamentar do Petróleo na Assembleia Legislativa, Rosângela Zeidan. A mediação ficou a cargo do jornalista Luiz Nassif.

O seminário foi sustentado especialmente por um grande painel sobre o município, primeiro em números levados pelo Instituto Darcy Ribeiro (IDR), encarregado de todos os dados sobre a cidade e que mostrou a situação de Maricá em termos de crescimento do PIB local, que tinha em 2004 uma participação de 0,24% no PIB Nacional e, em 2016 já havia passado para 0,91%.

Além disso o desempenho positivo na questão da empregabilidade, ao contrário de outros municípios, igualmente reforçou para as empresas o ambiente econômico modernizado e mais atraente no momento em Maricá.

Outro projeto lembrado foi o do resort em São José do Imbassaí, empreendimento também privado mas com enorme impacto no turismo da cidade. Na área social, o Passaporte Universitário e o programa Renda Básica de Cidadania completaram a imagem de um município que planeja suas ações em todas as frentes.

Fonte: Codemar
Fonte: Codemar

© 2020, Redação Maricá. Todos os Direitos Reservados.

error: O conteúdo está protegido !!
× Como podemos te ajudar?