Pesquisadores da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UniRio) retornaram a Maricá nesta quinta-feira (12/03) para prosseguir com a pesquisa iniciada em julho do ano passado, que estuda as condições do sistema lagunar de Maricá, em parceria com a Secretaria de Cidade Sustentável.

O professor de geologia marinha Lázaro Laut e o aluno Pierre Belart circularam pelas lagoas partindo das imediações da ponte do Boqueirão, utilizando uma embarcação da secretaria para realização da segunda coleta das amostras de água e sedimentos.

Para o professor Lazaro, os resultados serão de grande importância para o monitoramento do sistema lagunar. “Essa coleta é importante para entendermos a qualidade ambiental das lagoas no verão e comparar com o inverno. Desta forma, teremos um modelo que possa ser usado para monitorar a região”, ressaltou. As conclusões da pesquisa vão constar da tese de doutorado intitulada “Evolução Espaço-Temporal das Lagoas Costeiras do Rio de Janeiro”, de autoria do aluno Pierre Belart.

De acordo com o secretário Hélter Ferreira, brevemente os resultados serão publicados fornecendo diversos parâmetros. “Teremos números sobre o PH, teor de areia e de argila, entre outros em diferentes pontos do nosso sistema lagunar, embasando futuras ações de desassoreamento”, projetou.

© 2020, Redação Maricá. Todos os Direitos Reservados.

error: O conteúdo está protegido !!
× Como podemos te ajudar?