A Prefeitura de Maricá notificou formalmente nesta terça-feira (15/10) a empresa responsável pela instalação do gasoduto Rota 3 pelo afundamento da recém-construída pista orla de Jaconé.

O dano ocorreu no exato trecho por onde passa a tubulação que vai levar o gás natural extraído nos campos do pré-sal, em frente ao litoral da cidade, até o Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), em Itaboraí.

Um trecho de aproximadamente 90 metros de extensão entre o canteiro de obras e a faixa de areia foi interditado até mesmo para os pedestres, pois há ainda o risco de colapso maior do solo no local. Uma escavadeira iniciou a retirada de terra e também demoliu cerca de 10 metros da calçada e da ciclovia que já estavam construídas.

Na notificação, a Prefeitura, através da autarquia Serviços de Obras de Maricá (Somar) exige a imediata reparação do dano causado ao solo por parte da McDermortt Serviços de Offshore do Brasil, principal empreiteira do consórcio contratado pela Petrobras para instalação da Rota 3.

De acordo com a Somar, a empresa se comprometeu a colocar uma passarela provisória para garantir a passagem de moradores e visitantes a pé pelo local. Ainda segundo a autarquia, não há um prazo definido para o término do reparo.

“O buraco que se abriu é maior do que nós imaginávamos e chegou até a parte de areia junto à calçada. Como ainda havia o risco de afundamento, foi preciso isolar inteiramente a área. Agora será preciso preencher e compactar o solo e depois faremos os testes de resistência necessários. Nossa equipe vai fiscalizar todo o andamento do reparo que será feito”, garantiu o engenheiro Jorge Heleno Silva, chefe da divisão de Obras Indiretas da autarquia. Segundo ele, a tubulação passa a uma profundidade de 16 metros.

O buraco, que até então tinha cerca de 2 metros de profundidade e de largura, se abriu no trecho em frente ao canteiro de obras do gasoduto depois que o asfalto cedeu, no último domingo (13/10). Desde então, a pista à beira mar está interditada aos veículos. Tão logo foi informado do ocorrido, o município acionou o consórcio construtor.

A partir da orla de Jaconé, a tubulação terá uma extensão total de 46 quilômetros até chegar ao Comperj. Na área do município de Maricá, ela passa pela região rural e, em alguns pontos, cruzando as rodovias RJ-106 e RJ-114. Dentro do mar, o percurso é de 307 quilômetros desde as plataformas que coletam o óleo.

© 2020, Redação Maricá. Todos os Direitos Reservados.

error: O conteúdo está protegido !!
× Como podemos te ajudar?