A Prefeitura de Maricá, por meio da Secretaria de Esporte e Lazer, oferece gratuitamente aulas de tênis destinadas aos moradores de Maricá que desejam conhecer a modalidade. As aulas fazem parte do projeto Esporte Presente e acontecem no Complexo Esportivo do Caxito sempre às terças, quartas e quintas-feiras das 18 às 22 horas, sendo o primeiro horário exclusivo para crianças e adolescentes. Nos demais horários, treinam pessoas com mais de 18 anos.

No local composto por duas quadras de tênis, todo o material esportivo utilizado é oferecido pelo projeto: raquete, bolinha e camisa do projeto. Ainda há vagas para os que desejam conhecer o esporte que cada vez mais tem sido democratizado na cidade pela Prefeitura.

Coordenador geral do Esporte Presente, Leonardo Martins explica que o número de inscritos atingiu o limite de vagas, mas muitos dos que se inscreveram não estão comparecendo às aulas, mesmo após as duas doses da vacina contra a Covid-19.

“Com esse novo normal e o número grande de ausências, voltaremos a adotar o critério de que o aluno perderá a vaga caso apresente três faltas, para que outros moradores que estão em casa, impedidos de participar, possam ter sua oportunidade, preenchendo as vagas em aberto e completando as aulas”, avisa.

Inscrição

Para participar, basta que os interessados compareçam na Sede do Esporte Presente, localizada na Rua Adelaide Bezerra, 186, Boavista (Centro), no período de 8h às 17h, munidos de identidade, CPF, comprovante de residência, comprovante de escolaridade (menores de idade), atestado médico (pessoas que tenham alguma comorbidade) e uma foto 3×4. Pessoas com mais de 65 anos também precisam apresentar o comprovante das duas doses da vacina.

Alunos aprovam o projeto

Morador do Caxito, Benildo Vieira Duarte, 41 anos, começou a fazer as aulas há apenas quatro meses para melhorar o condicionamento físico, ter uma ocupação no período noturno e aprender o esporte que sempre teve vontade de praticar. “Se não fosse essa oportunidade, eu não teria como fazer aula em nenhum outro lugar. Acho importante vir praticar porque além de valorizar o projeto, muitas pessoas gostariam de estar no nosso lugar. Converso com vários amigos que moram em outras cidades e eles queriam que em seus municípios tivesse um projeto desse”, revela.  

Bianca Barbiere, 12 anos, moradora do Manu Manuela, pratica tênis há quase 2 anos, incentivada pelo pai. “Ele também joga, aí me incentivou a treinar aqui para jogar com ele”, conta, ao lado da amiga Vivian Damásio, 14 anos, que também adora jogar tênis.

“Acho um esporte interessante de técnica, aprendizado e paciência. Aqui, controlamos muito a mente. Não pode só pegar a bola, a raquete e jogar. Tem que pensar, ter controle físico e muito preparo. O tênis é contado em cinco tempos: 15, 20, 30, 45 e game. Aí quando você perde todos esses tempos, pensa logo, ai meu Deus o que eu faço? Mas no final, se concentra e dá certo”, esclarece.

“O tênis é muito desafiador. Toda a questão de lateralidade, controle motor é exigida. Então, ao longo das aulas, nós vamos orientando para que os alunos entendam que existe ali toda uma estrutura corporal a ser desenvolvida para praticar o tênis de maneira correta. Mas a ideia é que a prática do tênis seja colocada para os iniciantes logo no primeiro dia de aula. Não precisa ter nenhuma experiência, só mesmo vontade de aprender. Tudo vai ser ensinado aqui”, garante o professor Serge Bento.

© 2020, Redação Maricá. Todos os Direitos Reservados.

error: O conteúdo está protegido !!