LSM – O Fomenta Maricá reabrirá inscrições para novos cadastros na próxima segunda-feira, 5. O programa é uma das principais medidas de enfrentamento dos efeitos socioeconômicos da pandemia de Covid-19.

O Fomenta Maricá é uma oferta de crédito a empresários locais que foram prejudicados com a pandemia. O programa terá as mesmas regras vigentes desde o ano passado, quando a iniciativa foi lançada. Os primeiros beneficiados pelo programa também têm uma boa notícia: a prorrogação da carência para pagamento das parcelas com vencimento previsto para abril, maio e junho.

De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Maricá, as inscrições para novas solicitações de crédito do Fomenta Maricá serão liberadas inicialmente para os microempreendedores individuais (MEI), com limite de crédito de R$ 5 mil e carência de um ano, com juro zero. Dez dias depois, serão abertas as inscrições para micro e pequenos empresários – que poderão solicitar até R$ 40 mil, sujeitos a análise de crédito. Todo o processo de inscrição será feito pelo site da Prefeitura de Maricá.

O secretário Igor Sardinha destacou que os MEI que porventura tenham se inscrito em outro programa de suporte à economia local, como o Programa de Amparo ao Trabalhador (PAT) podem solicitar o crédito do Fomenta Maricá sem nenhum problema.

“É importante assinalar que o Fomenta nasceu em meio à pandemia que ainda enfrentamos, com linhas de crédito emergenciais, mas é uma política permanente de acesso ao crédito para o empresariado local, que a administração municipal considera de extrema importância para o desenvolvimento de Maricá”, declarou o secretário.

Sardinha também apontou para o caráter emergencial do programa – que desde o lançamento, em maio de 2020, já injetou mais de R$ 15 milhões no setor produtivo local – como impulso para a prorrogação do prazo de pagamento dos primeiros empréstimos concedidos, dando mais segurança aos empresários que são obrigados a enfrentar uma nova onda de restrições ao funcionamento, dada por uma nova onda da pandemia.

“Estamos ampliando essa carência por mais três meses, como uma forma de ampliar as medidas de proteção socioeconômicas neste momento difícil. O Fomenta veio para ficar:  passada a tormenta, continuaremos ofertando crédito, que entendemos como fundamental para o desenvolvimento econômico local”, declarou.

© 2020, Redação Maricá. Todos os Direitos Reservados.

error: O conteúdo está protegido !!
× Como podemos te ajudar?