A Prefeitura de Maricá, através da Secretaria de Esporte e Lazer, realizou uma clínica de remo para 42 alunos do ‘Projeto Navegar’ na manhã da última quarta-feira, 8, na Lagoa do Boqueirão.

O evento teve a participação dos atletas Vangelys Reinke, que foi medalhista de bronze no Campeonato Mundial de Remo em 2019, e do Roberto Mollinedo, membro da equipe campeã do Clube Regatas do Flamengo na 3ª Regata Estadual de Remo, além de Bernhard Stomporowski, treinador da seleção brasileira de remo e do ex-atleta e treinador de remo do município, Edson Salles.

A atividade é parte da iniciativa ‘Ao Lado do Ídolo’, projeto que tem como objetivo integrar alunos das modalidades esportivas oferecidas pelo programa Esporte Presente a atletas com trajetórias de sucesso. Nesses encontros são compartilhadas experiências profissionais e valores essenciais aos esportistas, servindo de referência aos praticantes de Maricá.

“Tentamos aproximar os participantes do projeto a atletas, ex-atletas e treinadores, oferecendo um conhecimento que vai além da parte técnica, como disciplina e valores de cidadania”, explicou o Subsecretário de Esporte e Lazer, Carlos Vagner Frauches.

“O ‘Projeto Navegar’ é aberto a crianças, adultos e idosos, oportunizando a prática de remo, vela e caiaque a todos. Tudo isso é parte de uma estrutura privilegiada e profissionais capacitados, frutos dos investimentos do município no bem-estar da população”, completou o secretário.

Segundo o medalhista de remo Vangelys Reinke, de 30 anos, poder partilhar sua vivência é um privilégio, principalmente em uma cidade que investe na prática esportiva como Maricá.

“Comecei minha trajetória no Projeto Navegar no Espírito Santo, o mesmo que existe aqui. É muito bom ver esse projeto em Maricá, uma cidade em ascensão e que investe nos esportes, atraindo as pessoas para a prática. Isso só tem a fortalecer o elo dos atletas com a cidade e, futuramente, medalhistas mundiais e olímpicos poderão surgir aqui”, pontuou.

Os participantes do encontro se mostraram animados com a troca de conhecimentos. Para a moradora de Araçatiba, Daniele Lira, de 45 anos, a presença de atletas renomados é uma inspiração e traz expectativas de crescimento ao esportista.

“Ter os atletas aqui é uma inspiração, pois eles trazem todas as vivências e dificuldades que passaram. Dessa forma, nos mostram que é possível chegar a uma olimpíada e alcançar todos os resultados buscados, sendo um exemplo para o país”, destacou.

O estudante Adeilson Freitas, de 17 anos, há 3 anos integrante do ‘Projeto Navegar’, afirma que o encontro com os atletas encoraja os praticantes a seguir com seus aprendizados.

“Depois desse encontro, me sinto com ainda mais vontade de continuar a treinar, com o objetivo de me tornar um profissional no remo em breve”, concluiu.

O ‘Projeto Navegar’ possui, atualmente, 83 alunos e é direcionado a todas as pessoas maiores de 9 anos. A iniciativa é parte do Esporte Presente, que estimula a prática de atividades físicas e o bem-estar dos maricaenses com a oferta de 35 modalidades esportivas.

Fonte: PMM

© 2020, Redação Maricá. Todos os Direitos Reservados.

error: O conteúdo está protegido !!