O Detran prorrogou o calendário do licenciamento anual de veículos no Estado do Rio de Janeiro devido aos efeitos da pandemia e a dificuldade que os proprietários de veículos e motoristas vêm tendo para agendar a retirada do documento. Com a ampliação do prazo, os motoristas ganharam mais tempo para retirar o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV) 2020, o popular verdinho, em versão impressa nas unidades do órgão ou na versão digital.

Novo calendário

  • Finais de placa de 0 a 2 : até 30 de setembro de 2020
  • Finais de placa de 3 a 6 : até 31 de outubro de 2020
  • Finais de placa de 7 a 9 : até 30 de novembro de 2020

Versão digital

Para evitar aglomerações, o Detran orienta que, mesmo com a opção da emissão física do CRLV, os proprietários de veículos devem buscar a versão digital do documento, que pode ser feita  totalmente online pelo aplicativo “Carteira Nacional de Trânsito” do Denatran, disponível gratuitamente para os sistemas Android e iOS. 

O documento digital baixado no aplicativo é válido em todo o território nacional e substituiu completamente o documento obtido nos postos do Detran. O passo a passo está disponível no site www.detran.rj.gov.br. Caso o proprietário queira o documento em papel, poderá imprimir a versão digital em casa.

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, a emissão do CRLV 2020 é a garantia de que o veículo está regular junto ao departamento de trânsito estadual. Para ter acesso ao documento no Rio de Janeiro, basta estar em dia com o pagamento da Guia de Recolhimento de Taxas (GRT), que pode ser emitida no site do Bradesco, e do seguro obrigatório (DPVAT), disponível no site da seguradora Líder. Se o acesso no aplicativo for feito corretamente e o documento 2020 não for encontrado, deve-se procurar o Detran pelo teleatendimento (21 3460-4040 e 3460-4041) para verificar a situação.

Antes de recorrer ao teleatendimento, é preciso ser verificado se o número de segurança incluído no aplicativo foi do CRV (Certificado de Registro do Veículo), localizado na parte superior direita do documento, e não do CRLV dos anos anteriores. Os documentos são parecidos e muitas pessoas costumam confundir. Em alguns casos também é preciso acrescentar um zero antes do número de segurança que consta no CRV para completar 12 dígitos exigidos no aplicativo do Governo Federal. Quem, mesmo assim, quiser emitir o CRLV em uma das unidades do Detran, é preciso realizar agendamento prévio pelo site ou pela central de atendimento.

Fonte: Detran; Voz da Serra

© 2020, Redação Maricá. Todos os Direitos Reservados.

error: O conteúdo está protegido !!
× Como podemos te ajudar?