O empresário Carlos Wizard, fundador da rede Wizard de cursos de inglês, vai assumir o comando da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos (SCTIE). Wizard foi convidado pelo ministro interino da Saúde, o general Eduardo Pazuello.

O empresário bilionário atua como conselheiro de Assuntos Estratégicos no ministério. Ele e Pazuello trabalharam juntos na “Operação Acolhida”, que ajuda venezuelanos que cruzam a fronteira com o Brasil.

A SCTIE coordena parcerias com a iniciativa privada para a fabricação de medicamentos e outros insumos. Também é de responsabilidade da pasta a análise de quais produtos podem ou não ser ofertados no SUS, além de observar pesquisas sobre medicamentos testados para a covid-19.

O posicionamento de Wizard nas redes sociais apontam que o empresário defende o isolamento social como medida eficaz contra o coronavírus. Recentemente, ele escreveu que algumas regiões do país vão “exigir isolamento total”. Em 16 de março, o empresário divulgou um vídeo falando sobre a gravidade da doença. “Alguns dizem que não passa de uma gripe, que logo vai ser curado. Gente, não é uma gripe como outra qualquer”, disse.

No vídeo, Wizard também disse que igrejas “responsáveis” deveriam fechar as portas em meio a pandemia “Sabe o que é pior? Se você não se cuidar, não se precaver, se não tomar medidas necessárias, preventivas, somente as portas do céu estarão abertas para te receber”, completou.

Wizard é frequentador da igreja mórmon Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias desde a adolescência em Curitiba.

A Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos estava sem chefe efetivo desde 22 de maio, quando o médico Antonio Carlos Campos de Carvalho, que ocupou o cargo por menos de um mês foi exonerado. Ele deixou o cargo por discordar com o presidente sobre o uso da cloroquina.

© 2020, Redação Maricá. Todos os Direitos Reservados.

error: O conteúdo está protegido !!
× Como podemos te ajudar?