Benny Brolly, do PSOL, é a primeira transexual eleita para ocupar uma vaga na Câmara dos Vereadores de Niterói. A candidata foi a quinta mais votada do município, totalizando 4.367 votos.

Nascida como Bennio Augusto Rosa da Silva Santos, Benny tem 29 anos de idade e se notabilizou na cidade pela sua atuação em defesa das causas anti-racismo e LGBT. Ela também está entre os nove vereadores eleitos para o primeiro mandato.

“Agradeço aos meus orixás e a todes que confiaram essa missão ao nosso coletivo. Somos mais de 4.358 pessoas que acreditam em uma Niterói nas mãos do povo. Nossos passos vem de longe, porque nosso corpo é coletivo. Conseguimos traduzir nas urnas o desejo concreto por transformaçao social. Transformação essa que passa pelos corpos negros, periféricos, LGBTs e das mulheres, que vivem e constroem o chão dessa cidade todos os dias e que vão adentrar comigo àquela Câmara embranquecida, masculina e velha para fazer uma verdadeira revolução na nossa cidade”, disse a vereadora eleita, por meio de suas redes sociais.

Candidato derrotado à Prefeitura pelo partido, Flavio Serafini parabenizou Benny Briolly. “Benny Briolly, mulher, negra, travesti e da favela também estará com seu corpo e suas lutas ocupando a Câmara de Vereadores de Niterói. Orgulho demais”, afirmou o deputado estadual.

© 2020, Redação Maricá. Todos os Direitos Reservados.

error: O conteúdo está protegido !!
× Como podemos te ajudar?