Médicos de Nova York que tratam pessoas contaminadas com coronavírus vem observando um sintoma cada vez mais comum juntamente com a febre, tosse e falta de ar: a desorientação; muitos não pacientes não sabem onde estão ou em que ano estão.

Acredita-se que a confusão se deve, em alguns casos, à falta de oxigenação no sangue, no entanto, em alguns casos essa desorientação se encontra muito mais elevada do que o dano sofrido nos pulmões.

Muitos estudos vem descrevendo o fenômeno. Uma pesquisa publica na última semana na revista Associação Médica Americana mostra de 36% de um grupo de 214 pacientes chineses tiveram sintomas neurológicos como perda de olfato, nevralgias, convulsões e derrames.

Em uma artigo do New England Journal of Medicine, mostra que médicos franceses observaram 58 paciente com Covid-19 e comprovaram que metade deles tinha desorientação. Imagines de exames no cérebro mostravam possíveis inflamações.

© 2020, Redação Maricá. Todos os Direitos Reservados.

error: O conteúdo está protegido !!
× Como podemos te ajudar?