Moradores de Jaconé, que utilizam os ônibus da Empresa Pública de Transportes (EPT) conhecidos popularmente como “Vermelhinhos” procuraram o LSM nesta segunda-feira, 4, para relatar indignação com o tempo de espera para embarcar nos coletivos, no bairro.

Os moradores afirmam que o tempo de demora dos ônibus no bairro, está variando entre duas a três horas e o problema ocorre diariamente, principalmente nos horários da manhã, depois de 12:00h e após 16:00h.

De acordo com os moradores, nos finais de semana o bairro é completamente esquecido, com escassez de ônibus e vans do transporte alternativo.

“É muito triste ter que depender dos vermelhinhos, principalmente em Jaconé. Dezenas de pessoas são prejudicadas diariamente pela demora dos ônibus, é um desafio para os moradores daqui conseguirem se locomover! As vans ajudam mas a EPT tem que aumentar a frota no bairro” afirmou uma moradora de Jaconé.

Atualmente a linha de Jaconé opera com dois coletivos. Um veículo faz a linha Ponta Negra x Jaconé e outro faz a linha Jaconé x Centro expresso, em horários alternados. Outra reclamação dos moradores é a falta de interação entre a linha de Jaconé e a linha de Ponta Negra.

“Os ônibus de Jaconé chegam na praça de Ponta Negra e os ônibus de Ponta Negra para o Centro já passaram, os horários não batem e os ônibus expressos para o centro são raros em Jaconé. Os moradores ficam na praça de Ponta Negra esperando por uma hora e meia os ônibus para o centro.” concluiu a moradora.

Os moradores reivindicam o aumento da frota no bairro o mais rápido possível, principalmente em horários de pico. Em resposta, a Prefeitura afirma que novos veículos estão sendo alugados para aumentar a frota, fortalecendo todas as linhas dos ônibus ”Vermelhinhos”.

© 2020, Redação Maricá. Todos os Direitos Reservados.

error: O conteúdo está protegido !!
× Como podemos te ajudar?