A terceira etapa da campanha de vacinação contra o vírus influenza (H1N1), que será iniciada na próxima segunda-feira (11/05), foi dividida em duas, após a suspensão pelo Ministério da Saúde do Dia D de imunização – que aconteceria sábado, dia 9 – em razão da pandemia de Covid-19. O Ministério optou por não realizar o Dia D para evitar aglomerações nas unidades de saúde em um único dia, que poderiam favorecer a propagação do novo coronavírus.

Segundo Glenda Portugal, responsável pelo setor de Imunização da Secretaria de Saúde de Maricá, com a suspensão do Dia D o início da terceira e última fase da campanha foi transferido  para segunda-feira, em todos os postos do município. O prazo de duração da campanha também foi estendido até 6 de junho.

“Recebemos nesta quarta-feira (06/05) seis mil doses de vacina e nossas unidades funcionarão normalmente. A única mudança relevante foi a separação do público-alvo desta terceira fase, também para que não haja corrida aos postos”, explico Glenda.

Com a alteração, da próxima segunda até o dia 17 de maio, serão vacinadas crianças de seis meses a seis anos de idade, pessoas com deficiência, gestantes e puérperas (mulheres até 45 dias após o parto). Já do dia 18 de maio até 6 de junho, será a vez de imunizar adultos de 55 a 59 anos e os professores de escolas públicas e privadas.

Em Maricá, a campanha de vacinação começou em 24 de março, com a imunização de idosos, e desde 17 de abril está em sua segunda fase, cujo público-alvo são profissionais das forças de segurança e salvamento, pacientes de doenças crônicas não transmissíveis, funcionários e internos do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, caminhoneiros, motoristas de transportes coletivos e portuários. Até esta quarta-feira (6), já foram vacinadas 31.550 pessoas.

© 2020, Redação Maricá. Todos os Direitos Reservados.

error: O conteúdo está protegido !!
× Como podemos te ajudar?